Recursos para o financiamento da casa própria estão ficando escassos.

21 de Julho de 2010

Conforme anunciado pelo vice-presidente de governo da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, a procura por financiamento imobiliário cresceu 95% no primeiro semestre deste ano, e conforme levantamento, em três anos nesse ritmo se esgotaria o recurso tradicional para esse financiamento, hoje os banco são obrigados a destinar 65% dos depósitos da poupança para crédito habitacional, mas nesse ritmo a poupança não acompanharia o crescimento da demanda por novos empréstimos.

Isso está levando a Caixa a estudar novas formas de captação de recursos como por exemplo, a securitização, que consiste na emissão de títulos baseados em uma dívida ativa ( para sermos objetivos).

Isso só comprova um artigo que escrevi há 4 meses, a procura por imóveis e terras cresce a cada ano, sem dúvida que esse é um excelente investimento, e feito da forma correta traz total segurança e rentabilidade, e podendo até em um futuro servir para novos planos, lembrando que a liquidez nem sempre é imediata, e para se atingir o valor desejado de rentabilidade pode demorar um pouco.

O planejamento tem que ser feito baseado na expectativa de futuro das regiões, definir estados e cidades, acompanhar seus números de desempenho econômico e de qualidade de vida, e também novos empreendimentos que pretendem se instalar na região, as principais vocações de cada local, comércio, turismo, indústria, etc.

Marcelo Teixeira, bacharel em Administração pelo Centro Universitário FEI com MBA em Finanças e Controladoria pela Universidade Candido Mendes, MBA em marketing e vendas pela Unisul e técnico em programação de sistemas com experiência de 23 anos em cargos de gestão.




Tradução

Alguns direitos reservados para Administrando sempre - administrando.net.br

Contato marcelo@administrando.net.br ou acesse o formulário de contato

A reprodução de qualquer conteúdo desse site total ou parcial é permitida somente com a autorização do autor