Muhammad Yunus, o banqueiro dos pobres, a experiência do microcrédito.

11 de Julho de 2016

Tive a sorte de ler esses dias o livro “ O banqueiro dos pobres” escrito por Muhammad Yunus, no qual ele conta a sua experiência com o microcrédito em Bangladesh, ao fundar o Grameen Bank, uma instituição que tinha como foco emprestar dinheiro a pessoas pobres, sem garantias tradicionais do mercado, e de preferência para mulheres, contrariando totalmente os conceitos de crédito e a cultura de seu país.

Muhammad, nascido na atual Bangladesh, fez doutorado na universidade de Vanderbilt e foi ativista na independência de Bangladesh ao se separar do Paquistão em 1971. Em 2006 ganhou o prêmio Nobel da Paz por sua experiência com o Grameen Bank.

Quando retornou a Bangladesh em 1976, assumiu uma vaga de professor na Universidade de Chittagong , onde começou a se questionar como poderia melhorar a vida das pessoas que viviam nas aldeias em volta da Universidade. Com a ajuda de estudantes, começou a visitar as famílias e principalmente as mulheres responsáveis por pequenos negócios nas vilas. Enxergou ali a possibilidade de iniciar um programa que mudaria a vida de mais de 8 milhões de pessoas. Em seu primeiro empréstimo, foi concedido 27 dólares a 42 famílias Bengalis, dando seqüência com a fundação do Grameen Bank. Mais tarde o próprio governo de Bangladesh entrou como acionista do banco.

Como o livro era emprestado, tentei compra-lo na Internet, mas não tive sucesso, mesmo nas maiores livrarias, encontrei em alguns sebos livros usados por todo o Brasil, pra quem conseguir encontrar vale muito a pena a leitura, excelente livro que conta uma experiência fantástica tanto de vida quanto de empreendedorismo social.

Enviado por: Marcelo   Categoria:  livros




Alguns direitos reservados para Administrando sempre - administrando.net.br

Contato marcelo@administrando.net.br ou acesse o formulário de contato

A reprodução de qualquer conteúdo desse site total ou parcial é permitida somente com a autorização do autor